RESENHA: LIVRO "FELICIDADE ROUBADA", AUGUSTO CURY



Sinopse:

Alan Alcântara é um bem-sucedido neurocirurgião, que dedica seu tempo à medicina. Cético e pragmático, não reconhece qualquer sinal de fraqueza em si e tem dificuldade em lidar com pessoas lentas. Sua vida profissional suga toda sua energia, e, apesar de amar sua esperta filha Lucila e sua adorável esposa Cláudia, mal convive com elas. Pensa que o amor é algo incondicional e não precisa de cuidado.

Durante uma cirurgia, no entanto, Alan é acometido por uma crise de pânico e não é capaz de terminar o procedimento, deixando a responsabilidade para seu auxiliar. Ele pensa estar sofrendo um ataque cardíaco, e não admite o diagnóstico: transtorno psíquico. Em hipótese alguma, seu mal-estar poderia ter origem emocional. Isso é para fracos, acredita o médico. Alan verá suas certezas desmoronarem diante da doença, que irá significar, uma oportunidade de se reconstruir como ser humano.

Para descobrir o que é a felicidade, não há regras, mas princípios. Abra a janela de sua mente, liberte as asas de seu imaginário. Oxigene os pulmões de sua criatividade. Rompa o cárcere da mesmice. Cuide com inteligência de sua emoção. Ande por ares nunca antes respirados. Encontre endereços desconhecidos. E, em especial, o endereço dentro de si mesmo.

Resenha:

Dr. Alan era mestre e doutor em neurocirurgia, era tão genial quanto genioso. Era um médico brilhante, mas um tanto difícil de lidar, pois detestava ser contrariado, não suportava frustrações e tinha grande dificuldade de conviver com pessoas lentas. Excelente para seus pacientes, mas péssimo para si mesmo. Trabalhava excessivamente e paciência não era uma das suas habilidades emocionais. 

Tinha uma filha de oito anos, Lucila, fruto de seu primeiro casamento. Ele a amava mais que tudo, apesar de ser ausente em sua vida. Ela era a única pessoa que tinha os afetos daquele homem. Nem mesmo Cláudia, sua atual esposa, recebia carinho de Alan, ele não a observava nem dava a atenção que ela merecia.

Toda sua vida é voltada para os afazeres de médico no Hospital Santa Cruz, do qual também é sócio. Chega um momento de sua vida em que está destruído e cansado. Seu corpo começa a mostrar sinais de falência, mas ele parecia não enxergar. Tinha gastrite nervosa e dores de cabeça constantes. Até que um dia, durante uma cirurgia, sentiu um desconforto crescente. Acreditava estar tendo um enfarto.

Seu coração resolvera se rebelar contra o ponto final da existência e colocara uma diminuta vírgula em sua história.


Para sua surpresa, não sofreu um enfarto. Todos os exames não indicaram nada. Foi aconselhado a procurar um psiquiatra. Dr. Alan, o renomado neurocirurgião, passou por vários profissionais, alguns muito competentes, mas continuou se debatendo, com dificuldade de se entregar a um tratamento e de reconhecer que seus problemas eram transtornos emocionais. Daí sua vida muda e ele começa a perder o controle de tudo que está ao seu alcance, tudo isso porque é orgulhoso e acha ridículo frequentar centros psiquiátricos, sendo que ele trabalha com doenças concretas e não fruto do imaginário em seu ponto de vista.

Tudo parece estar perdido, mas só depende dele para mudar a situação na qual se encontra. Será que ele consegue superar seus traumas? Será que as pessoas ao seu redor vão ajudá-lo nesse momento difícil? Sua esposa irá suportar conviver com um homem perturbado? E sua filha, quais serão os impactos causados em seu desenvolvimento?

A história fascinante é baseada em fatos reais. Gosto muito das obras deste autor pelo fato dele mostrar coisas que realmente acontece e que nenhum de nós está livre, mas ele escreve de uma maneira peculiar. Mostra todo o percurso daquele ser humano, como era sua vida e como passou a ficar depois do transtorno; como ele sairá daquela situação e se sairá. O que ele propõe não é uma fórmula mágica de curar os problemas como muitos pensam, mas fatos concretos e como aquele devido ser lidou com tudo aquilo. A cada livro que leio de Cury fico mais fã dele. Sem dúvidas, um ser humano sensacional.

Quem já leu me conta o que achou e quem ainda não leu aconselho que dê uma chance, pois irá se surpreender! 

55 comentários:

  1. great post my dear. I follow you, I hope you will follow me back
    kisses

    Blog: MagdalenaŠ.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li esse livro, e nenhum outro do Augusto Cury, mas já li as frases dele e amei, então os livros devem ser maravilhosos! Esse livro parece ser bem interessante hein?! Adorei a resenha!

    http://boas-depapo.blogspot.com.br/2017/10/5-razoes-para-ler-mais-livros.html?m=1

    ResponderExcluir
  3. Oi Monyque, tudo bem? Eu nunca li nada do autor, mas o fato de ser baseado em fatos reais já em chama bastante atenção. Que bom que vc curtiu o livro!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem sim. É verdade, experimente a leitura, garanto que vai gostar :D
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Monyque, tudo bem? =)
    Adorei a resenha, ficou ótima!

    Beijos
    Amanda Z.
    www.amandazulai.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda, tudo bem sim. Fico feliz que tenha gostado :D
      Beijos

      Excluir
  5. Gosto bastante dos livros dele. Esse eu não conhecia, mas fiquei bem a fim de ler!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  6. Great post dear. Follow back?

    medinabeslagic.blogspot.ba

    ResponderExcluir
  7. Os livros dele são ótimos,adorei a dica!!

    Beijos
    Mari Dahrug
    https://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Os sinais estão no ar... Pela resenha e sinopse esse livro vou ler sim, mesmo porque parece que conheço muito bem cada detalhe descrito. Obrigada pela dica e pela perfeita resenha.
    Ótimo feriadão.

    Abraços
    Welllington Maia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço Wellington, fico feliz que tenha gostado. Leia mesmo, você vai amar :D
      Beijos

      Excluir
  9. Fiquei curiosa para ler esse livro.
    Obrigada pela dica.

    Beijos
    http://www.vempracablog.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Monyque. Sempre dizem maravilhas sobre o autor mas nunca tive um interesse real em ler as obras dele, acho que elas não são para mim, não ainda.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que cada leitura tem seu momento, esse não deve ser o seu, mas quem sabe algum dia dê uma chance e se surpreenda não é :D
      Beijos

      Excluir
  11. Olá Monyque
    Esse livro de Augusto Cury não conhecia.
    Adorei sua resenha, acho interessante livros que são reflexivos e que propõe um amadurecimento do protagonista durante a narrativa
    Fiquei curiosa e vou levara indicação para minha lista dos desejados.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Luli que bom que gostou, espero que leia, vai se surpreender :D
      Beijos

      Excluir
  12. muito bacana sua indicação, sempre tive mt curiosidade em ler os livros do Cury

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo leia, pode começar por esse, vai amar :D
      Beijos

      Excluir
  13. Parece ser uma história bastante interessante! Adoro os livros deste autor :D

    www.ayellowrain.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha Catarina, é uma linda história sim :D
      Beijos

      Excluir
  14. Olá
    os livros do Augusto Cury não agrada muito o meu gosto, não é o gênero que curto.
    Mas, ele faz um sucesso tremendo, conheço várias pessoas que têm os livros dele. Essa história perece ser boa.
    beijão
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Karina, quem sabe um dia você dê uma chance :D
      Beijos

      Excluir
  15. Eu gosto bastante dos livros do Cury, mas confesso que esse ainda não li. Devo imaginar que deve ter sido bem emocionante a história e cheia de sentimentos :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Monyque!
    Eu sempre vejo esse livro nas Americanas, além de ouvir elogios aos livros do Augusto Cury. Nunca os li, mas parecem ser bem interessantes.
    Vou anotar para dar uma chance a eles.
    Beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo Alessandra, não irá se arrepender :D

      Que bom que também gosta Emerson :D

      Beijos

      Excluir
  17. Amo os livros dele!
    esse ainda não li!!
    fiquei curiosa!!
    beijos
    http://www.decortidy.com.br/

    ResponderExcluir
  18. O livro parece ser ótimo, mas não gosto dos livros do Cury, acho a linguagem dos livros dele chatinhas para mim. =/
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Leidiana, quem sabe em um outro momento :D
      Beijos

      Excluir
  19. Olá Monyque, tudo bem??

    Esse é mais um livro que fio conhecendo aqui, não gosto do estilo mas concordo que muitas pessoas gostam e fazem resenhas positivas igual a sua, bom saber que lhe agradou...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Marco, gosto muito. Espero que um dia você experimente a leitura :D
      Beijos

      Excluir
  20. Minha filha você fez uma ótima resenha.

    ResponderExcluir