RESENHA LIVRO: "UM EDUARD", LUCIANO QUEMELLO

Oi gente, a resenha de hoje e do livro que recebi do autor parceiro Luciano Quemello.



Sinopse:

Um homem atormentado e uma psicóloga são os personagens centrais de uma obra que trata dos conflitos contemporâneos, sejam os amorosos ou os superficiais, numa época em que o encantar-se, o apaixonar-se, o gostar e o amar se confundem. O livro "Um Eduard" traz à tona a reflexão sobre o medo de acreditar na existência de alguém ideal para se envolver, os encontros e desencontros com corações de isopor e as cansativas paixões de porcelana, quase sempre influenciadas pelas redes sociais e pelos aplicativos de conversas. 

As páginas colocam à mesa o debate sobre as mulheres que estão por trás das máscaras da prostituição, os desejos sexuais silenciosos, a infidelidade conjugal , a sedução para preencher um vazio que só aumenta, pessoas que colecionam contatos de conquistas como troféus, os bastidores do machismo e do feminismo, o julgar o outro sem conhecê-lo, as agressões, a carência, o desespero, a depressão, o reerguer-se após um trauma, o que  é tradicional versus o que é prazeroso sem compromisso, e muitos outros pregos que estão espalhados pelo chão de um mundo descalço.


Resenha:

Eduard era um homem que tinha urgência em resolver sua vida, por isso procurou a ajuda da Dra. Claire, uma psicóloga. Ele mente muito, é algo que lhe dá prazer, e usa para conseguir o que quer. Não consegue amar, sai com muitas mulheres de programa para tentar se satisfazer e no final de cada ato ele repete para si mesmo como se fosse um mantra: "Saciado, financeiramente arrependido e mais vazio". 

É muito observador, analisa as coisas com o máximo de cuidado. Também é manipulador, presunçoso e misterioso. 

Claire não vivia muito bem com o marido, durante o dia ajudava seus pacientes na resolução dos problemas e à noite tinha que lidar com Júlio. Ele estava desempregado e frustrado e acabava descontando toda a raiva na esposa.

Eduard usa a conquista como uma terapia. Ele precisa estar no domínio para poder se sentir bem, e essa sensação é passageira, mas ele não consegue abandonar esse vício. É uma boa pessoa, tem um bom coração, faz de tudo para agradar aqueles que o cercam e não faz nada contra a vontade de ninguém, mas uma vez que lhe der liberdade, ele ultrapassa os limites, precisa de muito para se saciar e no fim continuava vazio.

Sou grande, e me esvazio depressa quando me encho de gente pequena. 

A única mulher que Eduard gostou e tinha muito carinho era Larissa, uma garota de programa na qual se tornou amigo. Ela não o via como apenas mais um cliente, gostava realmente dele. 

Já era um homem mas que estava agindo como um moleque, foi a maneira que encontrou para tentar esquecer seu passado trágico que o assombrava. Quem olhava pra ele tinha a impressão de ser muito bem resolvido, o que não era. Na verdade ele ocultava suas fraquezas, sabia se comportar em meio as pessoas para não deixar transparecer seus problemas. Também tinha uma alta capacidade de influenciar quem estivesse ao seu redor.

Durante as consultas a Dra. Claire pediu para que ele perguntasse para todas as mulheres que se relacionou o que gostou nele. E as repostas foram sinceras, destacaram seus defeitos, mas as qualidades prevaleciam. 

Não podemos exitar que os problemas cheguem, mas podemos aprender a responder de forma melhor a eles.

A psicóloga começou a traçar uma análise sobre seu paciente e percebeu que ele tentava desviar o foco da consulta para ela, o que era muito estranho. A dr. Claire confessa que este homem é realmente desconcertante e consegue fazer com que ela tenha ideias de como agir em casa com o marido. Por vezes se questionou se escolheu a área certa ou se estava fazendo da maneira correta, pois não sabia mais lidar com seus próprios problemas.

Depois de muito analisar esse caso com a ajuda de diários de Eduardo relatando alguns acontecimentos exceto os mais relevantes para o tratamento, que estavam com as páginas rasgadas, mas mesmo assim ela chegou a um denominador comum e poderia sim ajudá-lo a resolver seus conflitos internos. E quando estava prestes a contar para ele, Eduard desaparece...

Um dos fatores presentes no diagnóstico é tendências suicidas, Claire precisa encontrá-lo e impedir que ele faça alguma besteira. Páginas de adrenalina começam a compor a história e eu fiquei sem piscar os olhos kkk, muito interessante como o autor desenrolou os acontecimentos. Foi uma história rica em detalhes e que despertou meu interesse em analisar.

32 comentários:

  1. Olá Monyque! Tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas adorei a resenha.
    Desculpe a demora em responder seu comentário.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  2. Parece ser fantástico!!!!
    Muitos beijinhos <3

    pimentamaisdoce.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  3. resumo interessante
    Bjs
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. A história parece ser muito profunda e envolvente mesmo. Gostei da indicação.

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Great post, dear! :)

    My new fashion post is on the blog ;) ---> Louder Than A Drum

    Kisses!

    ResponderExcluir
  6. Nossa Monyque!
    Que diferente os assuntos abordados, curti, hein?
    Achei diferente, para dizer o mínimo e intrigante!!!
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Oi Monyque, tudo bem?
    Não conhecia, mas achei que a história deve ter muito drama e uma certa profundidade. Que bom que curtiu a leitura.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim Lia, tem drama e é bem profunda. Muito interessante :D
      Beijos

      Excluir
  8. É incrível quando uma leitura consegue prender a gente assim e despertar emoções. Adorei a indicação. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Monyque, tudo bem!
    Não conhecia o livro, mas achei a trama ao mesmo tempo confusa e instigante. Que bom que você gostou !!!


    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marla, muito instigante. Ao decorrer da leitura tudo vai ficando bem claro! Espero que leia :D
      Beijos

      Excluir
  10. Nossa, achei muito interessante o drama psicológico no livro, embora eu sempre acabe meio aflita com homens tentando expor os dramas das mulheres em livros, porque acho que eles nunca entendem muito bem e sempre deixam tudo meio estranho hehe Mas pode ser que eu esteja enganada.


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante mesmo, no caso desse livro ele tenta fazer com que ela entenda os próprios dramas, também fico aflita quando vejo isso, mas a forma como o autor desenvolver não está tão exposto não. Vale à pena ler :D
      Beijos

      Excluir
  11. Essa foto do livro ficou liinda! Adorei demais a resenha, beijos
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha Monyque. Achei o mote da história bem interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Monyque!
    Ainda não conhecia o livro, mas a história dele não me chamou a atenção :(

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena Sora :/ quem sabe em outro momento né :)
      Beijos

      Excluir
  14. Olá Monyque,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui, achei a trama bem interessante, ótima dia....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir