RESENHA LIVRO: "ESCOLHIDA", DE ELENA JOHNSON

Olá pessoal, a resenha de você é desse livro lindo que tive o prazer de ler. Participei de uma leitura coletiva e foi uma experiência muito boa. Obrigada Elena pelo convite e parabéns por esse livro maravilhoso.


Sinopse:


June Andrew é filha do segundo homem mais rico da costa Leste dos Estados Unidos. Por isso, está sempre cercada de seguranças, o que deixa sua liberdade limitada. Em seu aniversário de dezessete anos, a garota vê uma oportunidade de ser livre e comemorar da melhor forma possível sua saída do ensino médio e sua já conquistada vaga na universidade de seus sonhos.


Em uma viagem de cruzeiro de duas semanas pelas ilhas do Atlântico, dada de presente por seus pais. June terá a chance que precisa para provar aos seus pais e a si própria que não é mais uma menina que precisa de seguranças vinte e quatro horas por dia, e assim, evitar de estar cercada por eles na faculdade, poder ter liberdade para dirigir o seu próprio carro e medir seus próprios passos.
Porém o destino tem uma ideia diferente para o seu futuro. June sofre um terrível acidente ao cair do navio, que a deixa muito machucada e à deriva no Atlântico por um dia. Sua salvação aparece no formato de uma ilha, linda e misteriosa que seria deserta...


Resenha:

June acabou de completar dezessete anos e como presente pediu aos pais para embarcar sozinha durante duas semanas pelas ilhas do Atlântico. Desde pequena viveu cercada pelos seguranças do pai e não via a hora de fazer esse passeio para poder se sentir livre, depois de muito insistir que ficaria bem, conseguiu convencer seu pai a não mandar nenhum guarda costas com ela. Essa proteção toda se deu ao fato do seu pai ser um dos homens mais ricos da Costa Leste. Mas para June ir no cruzeiro sozinha não tem perigo, já que ela não aprece tanto na tv, não teria risco de ser reconhecida.


A garota estava radiante com o passeio e estava se divertindo muito, conheceu dois rapazes muito simpáticos que viviam disputando sua atenção, ela passava o dia com um e a noite com outro e também tinha alguns momentos que preferia ficar sozinha. Havia muitas coisas interessantes lá e o dia era cheio de aventuras. Estava muito feliz, exceto por um sonho que teve que estava deixando ela angustiada. Apesar de ter sido um sonho ela sentia como se fosse real e estava ficando bem confusa. Sonhou que havia caído do navio e ficava em apuros no oceano, mas logo depois via uma linda ilha deserta na qual ficava esperando ser resgatada.


Esse mundo novo que acabei entrando é mágico, perigoso, excitante e empolgante, porém, o medo cresce a cada palavra que me dizem. 


No dia seguinte após o sonho June foi se divertir para tentar esquecer. O dia foi maravilhoso como todos os outros e mal podia esperar chegar a noite, onde iria sair com um rapaz que conheceu que por sinal trabalhava no cruzeiro. Ele a levou para ver o pôr do sol na popa do navio, justamente o lugar que ela havia sonhado que caía. Ela ficou paralisada ao constatar onde estava, ficou com medo daquele sonho se realizar e o rapaz não entendeu o motivo da reação assustada dela.

Procurou se afastar um pouco só pra garantir que estava segura e se permitiu vislumbrar a linda vista por alguns instantes, mas James precisa voltar ao trabalho e garante voltar em pouco tempo, então June fica sozinha e de repente - não sabe como - escorregou da popa do navio, suas mãos deslizaram das barras de ferro e foi arremessada na água. Gritou por socorro mas ninguém apareceu para ajudar, conseguiu apenas agarrar o bote salva vidas.

June mal podia acreditar no que estava acontecendo, em questão de segundos estava perdida no imenso oceano em apenas um bote que não sabe por quanto tempo iria durar, estava perdida e com muito medo. 


Não sei o porquê, mas sempre vi o mundo de uma forma diferente das outras pessoas que eu conheço.


Depois desse trágico acidente, a garota vai parar numa ilha - e adivinhem - é a mesma ilha do seu sonho. Parece bem confuso mas não está em condições de pensar muito, ela só precisa achar um jeito de sobreviver até que seja encontrada - se for. Sua sorte é que foi escoteira e sabe como se virar para comer e construir uma pequena cabana para passar a noite. Ela tinha esperanças de ter alguém nessa ilha, pois quando ainda estava na água apareceram alguns tubarões e ela foi salva por alguma pessoa, tinha certeza que sentiu mãos lhe segurando, mas não estava totalmente consciente para saber quem foi.

Daí em diante são páginas e mais páginas de muita emoção e angústia também, pois June está perdida e fazendo o possível para não morrer, está muito fraca e machucada mas mesmo assim não desiste, é uma personagem muito bem construída. A autora apresenta tudo que ela está passando, os perigos e tudo mais. 

E chegou a hora da magia. June depois de tanto procurar conseguiu achar pessoas que poderiam ser sua salvação - ou não. Só que não se tratavam de humanos, mas sim de sereias e tritões, um cardume. Ficou fascinada com a descoberta, nunca imaginou que seria possível a existência desses seres, mas sua emoção foi por água abaixo quando foi bruscamente atacada por eles por ter sido confundida com uma ameaça, e na verdade era.

Não posso contar muita coisa a partir desse ponto da história, pois daria spoilers e vocês precisam ler esse livro para se surpreenderem assim como eu e os demais. As revelações deixam de boca aberta e há muita adrenalina. Depois que June explica o que aconteceu com ela, as sereias encontram uma solução pra o problema, mas é totalmente diferente do que ela imaginava e que poderia mudar o rumo de muitas coisas.


Eu sei que parece um pensamento muito cínico de se ter, mas quando se nasce em uma família como a minha, com todo o dinheiro e status, se aprende muito rápido a não confiar em todo mundo ou se abrir muito. O dinheiro é tão valioso quanto corrosivo. Destrói muitas relações e constrói outras.


Amei fazer a leitura, a história me encantou, confesso que sempre gostei de coisas que envolvesse essa temática e quando recebi o convite da leitura coletiva não pensei duas vezes haha. Espero que vocês tenham gostado e se interessado, vale muito à pena.

26 comentários:

  1. bOM DIA, COMO VAI?
    Confesso que ainda nao conhecia o livro mas eu gostei bastante da sua dica e resenha
    beijos
    http://www.garotadelicada.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um bom livro viu? Embora tenha achado um tanto confusa a parte dos sonhos... rsrs
    Bjs!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  3. Parece uma leitura maravilhosa.
    Já fiquei curiosa só por ter sereias e tritões.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  4. Fiquei cheia de vontade de ler
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia!
    beijo
    https://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Parece ser uma leitura bem divertida e fácil, adorei a resenha ;)
    E meus parabéns pelo niver do blog, muito sucesso 😘
    littlewonderscr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Parece ser muito interessante!!!
    https://bea-blog-utifully.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante da resenha.
    Boa semana!


    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram


    Estamos em hiatus, mas não deixaremos de acompanhar o seu blog. Voltaremos no dia 9 de agosto.

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Olá Monyque, como vai?
    Amei sua resenha, ela trás alguns detalhes que eu gosto de saber quando vou escolher uma leitura. Já havia visto seu post no Instagram, mas agora com a resenha completa só deu mais vontade de ler haha. Obrigada pela dica.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que maravilha, fico muito feliz em saber Eduarda. Recomendo que leia, é um excelente livro!
      Beijos

      Excluir