RESENHA LIVRO: "A FONTE DA JUVENTUDE", RUBEN PAIS



Sinopse: 


Numa realidade alternativa, não muito diferente da que conhecemos, todos têm a opção de deixar de envelhecer através da toma de um medicamento milagroso, a Cronostase. Para Marco Stanislau, a decisão de tomar ou não o medicamento é complicada e pesada, vai e vem com o vento ou com o impacto dos que o rodeiam. Uma punk de cabelos coloridos, eternamente adolescente. Um jovem intelectual com teorias analíticas sobre a idade perfeita para estagnar o envelhecimento. Uma charmosa cantora de quase-Fado para quem a juventude é sagrada. Um ancião carpinteiro com conselhos contraditórios. Uma criança com quem um cigarro é partilhado. Uma mãe, uma avó e um leque de aldeões que viram Marco crescer na sua terra natal. Para uns uma benção, para outros maldição.

Diz-me lá então, se dependesse só de ti, quando é que tomarias? 


Resenha:



O livro fala a respeito da Cronostase, um medicamento que permite aos seus pacientes interromper o processo de envelhecimento físico após a toma única de uma dose. Os benefícios são: corpo jovem, órgãos eficientes, pele impecável. O físico era preservado mas não se podia dizer o mesmo do psicológico, o que era um malefício. Os Novos Jovens livraram-se das rugas e flacidez, mas a depressão e ansiedade tornaram-se frequentes. Juventude eterna vai muito além de beleza eterna.

Doses excessivas podiam causar efeitos contrários e levar à morte. Foi muito bem recebida pelas pessoas; estas faziam filas nas clínicas para adquirir uma nova forma, uma forma permanente. Não faziam questão de apreciar a terceira idade, exceto Marco, um jovem de 21 anos que cursava faculdade em Lisboa, morava sozinho. Sua mãe morava em Vila do Morro com sua avó e seu pai morava na Inglaterra. Ele não via problema algum em envelhecer naturalmente, queria experimentar cada fase como tem que ser e não tinha vontade de tomar a Cronostase. Mas era constantemente pressionado por sua mãe para tomar o medicamento mas ele sempre dava uma desculpa. 

Certo dia chegou até a ir numa clínica tentar tomar mas acabou desistindo, temia muito as consequências daquele ato. Tinha dois amigos desde que era muito pequeno, Charlie e Russo, desses apenas Charlie havia tomado, ela era bem rebelde e fazia todas as coisas por impulso, já Russo também não desejava tomar, apenas quando tivesse mais idade.

Não poucas vezes Marcos era questionado pelas pessoas que conhecia para tomar logo a injeção e isso estava o deixando muito irritado, pois todos ao seu redor só falava nisso o tempo inteiro. Para ele, essa juventude eterna era muita ilusão, as pessoas só pensavam no exterior e nem um pouco no interior, em preservá-lo.

Se envolveu com Júlia, vocalista de uma banda que já tinha tomado a Cronostase e ele não imaginava qual idade ela teria. Estava gostando muito dela, chegou até apresentá-la para a mãe mas Julia não era de se prender a homem algum, gostava de estar com todos e gostava de dominar. Quando tentou várias vezes fazer com que Marco tomasse o medicamento e este se recusou foi perdendo a vontade de estar com ele. Marco também começara a perceber que sua musa não era tão perfeita quanto imaginava.

Decidiu recomeçar sua vida na Inglaterra junto do pai, partiu em busca de emprego e de uma vida melhor, encontrou trabalho rápido mas este não era nem de longe o que havia imaginado. Passou uns maus bocados mas que lhe serviu de lição. Quando já estava esgotado resolveu voltar para sua terra, só que ela estava totalmente diferente do que havia deixado mas as pessoas ainda tinham a mesma mentalidade só que agindo de maneira diferente. Umas para o bem, outra nem tanto...

Foi um livro muito bom de ler, primeiramente pela história ser instigante que me trouxe muito aprendizado. Quero agradecer ao Ruben pelo carinho e parceira, amei esse livro :)


28 comentários:

  1. Oi Monyque
    Que história interessante, deve ser um livro super marcante mesmo!
    Beijos
    Blog É da Rosa🌷Instagram

    ResponderExcluir
  2. Olha só, gostei da leitura. Onde posso encontrar o livro??

    O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
  3. adorei conhecer essa historia sou fã desse tipo de distopia, universo alternativo

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Gostei do livro só de ler a sua resenha. Se esse remédio fosse real, o povo iria fazer fila pra tomar porque muitos preferem apenas a beleza e a juventude, sem se importar com os riscos.
    Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade viu Adriana, acho que eu faria igual a Marco hehe
      Beijos

      Excluir
  5. Ótimo livro!
    bjs
    http://www.pinkbelezura.com/

    ResponderExcluir
  6. Essa capa é maravilhosa.
    Ótima história, eu não conhecia!
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Nossa esse livro é uma lição e tanto
    Adorei a resenha<3
    Seguindo aqui
    Vem conhecer o meu
    http://rafaelarodriguesblog.blogspot.com
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse livro, mas o enredo é muito interessante e eu adoraria ler.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com/2018/08/playlist-agosto-2018.html

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro. Deve ser interessante. Beijo

    ResponderExcluir
  10. Eu não conhecia o livro, mas de verdade. fiquei bem envolvida pela história. O enredo parece ser fascinante.
    Espero poder lê-lo.

    Beijos,
    Magia é Sonhar
    Conheça o nosso Canal

    ResponderExcluir
  11. A historia é interessante, e abre brecha para muita discussao mesmo, sobre como encaramos a passagem do tempo em nossas vidas.

    Beijos,
    Camila

    www.sejabelissima.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Camila, o autor conduziu muito bem a história para nos proporcionar essas discussões :)
      Beijos

      Excluir
  12. Gostei da resenha Monyque. Me pareceu ser uma distopia bem interessante e, de certo modo, acho que não está fugindo muito da realidade atual. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Vanessa, é algo para nos atentarmos :)
      Beijos

      Excluir