DE QUEM VOCÊ SENTE SAUDADE?

Olá meus amores. Hoje é dia da Saudade e parei e pensei naquelas pessoas que sinto uma falta danada e resolvi compartilhar com vocês. E ai, de quem vocês sentem falta?


Quando ouvimos falar sobre saudade pensamos logo nas pessoas que partiram dessa vida, mas esquecemos daquelas que ainda existem e que se afastaram de nós independente do motivo. Seja aquele amigo que mudou de cidade para correr atrás dos seus sonhos, ou até mesmo nós que nos mudamos e os deixamos lá. Seja dos familiares ou namorado(a) que também moram distante. Mas também há aquelas pessoas que a gente gosta muito e que o tempo, a correria, a rotina fez com que o contato diminuísse até deixar de falar completamente. E paramos pra pensar "será que ele (a) está com raiva?" "Será que sente minha falta?" "Será que se eu falar vou ser ignorado(a)?".

O melhor jeito de saber meus queridos, é indo até eles e falar. Há uma infinidade de possibilidades, pode enviar uma mensagem, fazer uma ligação ou até mesmo ir pessoalmente. E ainda, pra quem gosta de coisas criativas, pode escrever uma cartinha, fazer um álbum de fotos dos melhores momentos que passaram juntos, comprar alguns mimos, fazer uma caixinha e entregar, tenho certeza de que se havia alguma mágoa irá passar. Isso não significa querer "comprar" a pessoa, mas é uma demonstração de carinho e cuidado em lembrar dos gostos dela e escolher cada coisa, escrever cada palavra de coração.



O importante é não ficar se sentindo mal com a dúvida e com a falta daquela pessoa em sua vida. Se ela te faz bem e tem valor pra você, não deixa que essa amizade seja deixada por conta da correria. Lembram do ditado "quem quer arruma jeito, quem não quer arruma desculpa?" Pois bem, assim que acabar de ler esse post vai lá preparar o textinho pra aquela pessoa que sente saudades. Eu sou adepta a criatividades e já fiz minha cartinha e preparei coisinhas que eles gostam e vou lá reprogramar essa relação rsrs. Boa sorte pra vocês! 

Espero que tenham gostado, beijos e até o próximo post.
Me acompanhem no intagram @blogsubmersa 

18 comentários:

  1. Boa tarde, Monique!
    Um texto myito bem escrito e a música Boa de se ouvir.
    Felicidades e bênçãos para você!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    😘😘😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigada querida, fico feliz que tenha gostado :)
      Beijos

      Excluir
  2. Fantástico, maravilhoso:))

    Bjos
    Votos de uma óptima noite.

    ResponderExcluir
  3. texto lindo, eu adoro a musica, e acho que td mundo sente saudade de algo, ou alguma época

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Achei lindo o que tu disse! Realmente pensamos em pessoas que já se foram, mas tem muitas pessoas que estão próximas de nós e que na realidade estão distantes. É como você disse "O importante é não ficar se sentindo mal com a dúvida e com a falta daquela pessoa em sua vida".

    Blog Covil Dourado | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, precisamos estar cada vez mais conectados :)
      Beijos

      Excluir
  5. Olá!
    Quando vi o post no seu Instagram senti que precisava ler por completo, de fato, temos que valorizar o tempo enquanto temos, falar o que é preciso falar e aproveitar. Amei o texto, muito inspirador.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que linda Duda, obrigada pelo carinho. Fico feliz em saber que gostou :) Beijos

      Excluir
  6. Que post lindo! Saudade é uma palavra que nem nós conseguimos explicar direito. Só sabemos que é saudade quando sentimos.

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Monyque, boa noite!
    Excelente abordagem de alguns aspectos da saudade. O primeiro caso é clássico, porque é irreparável – a perda de alguém que não voltará ou não poderá voltar. O segundo caso merece toda reflexão porque, se existe saudade, é porque o sentimento é maior que o impedimento, seja ele qual for. Então, penso que sempre deveríamos estar atentos para as oportunidades de nos aproximar de nossos queridos, mesmo que tal “aproximação” às vezes se faça por uma tela de computador, por uma carta, por um telefonema.
    Belíssima abordagem.
    Seguindo
    Um abraço carinhoso
    Ângelo Feinhardt, Fe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, descreveu corretamente. Obrigada pela partilha :D
      Beijos

      Excluir
  8. Oi Monyque
    Eu sou uma pessoa muito saudosista. Sinto falta de pessoas, de momentos... Eu me mudei há quase seis anos de uma cidadezinha do interior para Osasco e deixei pra trás minha família e amigos. Sinto saudade de todos eles todos os dias, mesmo mantendo contato diário graças a internet. Eu sou do tipo que sente saudade e vai atrás, dá um jeito de conversar.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, você está certa. Não deixe esse sentimento maltratar, sentir saudade é normal mas quando podemos fazer algo para amenizá-la devemos fazer :D
      Beijos

      Excluir
  9. Oiee!

    Adorei o texto, muito reflexivo.
    Eu sou dessas que sente muita saudade mesmo... mas é mais de momentos, épocas da minha vida, coisas que mesmo que eu queira, não voltarão mais, como a infância, por exemplo... fico saudosista só de pensar...

    Bjuu
    Início de Conversa

    ResponderExcluir